Guest Post Viagens em Grupo

Grécia. A origem do mundo.

Berço da civilização ocidental que permite aos seus visitantes uma viagem ao passado através de sua arquitetura, história e mitologia, nos principais canais de turismo.

Um arquipélago vasto de belas ilhas. Entre as quais, uma das que mais chama atenção: Santorini no mar Egeu, se destaca por ter o Pôr do Sol entre os mais belos do mundo. Um pequeno vilarejo situado na parte mais alta da ilha é famoso por suas casinhas brancas de telhados azuis, criando uma identificação única para sua reputação.

Acessar o pico seja por quadriciclos (ATV,  recomenda-se o aluguel de modelos com maiores cilindradas), pelos tradicionais burrinhos ou pelo teleférico, pode colocar um pouco de adrenalina em um destino originalmente romântico.

Claro que o ato de conhecer um novo local deve ser gerido por todos sentidos humanos, tomar pelo menos uma garrafa da Cerveja Yellow Donkey é obrigatório. Há também bons Restaurantes por toda parte, como em toda Grécia é difícil se comer mal, com Gyros, Moussaka e todas delícias gregas a cada esquina.

Para comodidade recomenda-se alguns localizados na orla da praia de Kamari e para os mais exigentes, os que compartilham das vistas nos terraços do vilarejo de Óia.

A gastronomia se distingue com a famosa e tradicional Moussaka em uma taverna grega chamada Stamna. Paguei apenas 6,90€. Os vinhos brancos locais também são muito bons. Me rendi ao provar do churrasquinho grego com Tzatziki, um tipo de antepasto feito de iogurte e pepino com um suave sabor de alho. A Pita Gyros é outra especialidade, churrasquinho grego dentro de um cone de pão (pita).

Dentre as praias, recomenda-se a de Perissa, areia negra com estrutura, acesso e bem confortável. O acesso à praia Vermelha é um pouco mais complicado, há uma pequena trilha, com morros e pedras, mas em compensação seu visual é deslumbrante.

As transparências das águas fazem o local ser muito adequado para a prática de Snorkeling (diferente do mergulho com cilindros de ar e da imersão em apneia, que também é conhecida como mergulho livre, imersão parcial do rosto e do corpo utilizando-se o snorkel, que é o que permite a conexão com a superfície para respiração).

E quando estiver entediado desse visual, pode-se ainda aventurar em um passeio de barco a vela até a ilha vulcânica de Nea Kameni onde localiza-se o vulcão da ilha, um dos únicos ativos no mundo atualmente. O passeio tem duração média de 3hs, contrate um guia local para uma melhor experiência.

O acesso a ilha pode ser feito por barcos e aviões que partem geralmente de Piraeus, Thessaloniki, Creta e outras ilhas do arquipélago de Cíclades com um tempo de percurso entre 4hs e 9hs. Aportam no Porto de Athinios, onde encontram-se as famosas lojinhas de souvenirs.

Aproveite e nos siga no Instagram e o no Facebook!
Um grande abraço e até a próxima!
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *